Estigas Fortes

A tua mãe é tão gorda que quando vai á lavandaria dizem-lhe que não se aceitam cortinados.
A tua mãe é tão GORDA que quando entra na agua as baleias cantam : we are family.
A tua mãe é tão gorda, que quando andava na escola ela era o nº 14, 15, 16, 17, 18, 19 e 20.
Sabes porque é que a tua mãe não entrou no Peso Pesado? Porque já só haviam 4 vagas.
A tua mãe é tão gorda, tão gorda que tirou foto no natal e ainda tá a imprimir.

A tua mãe é tão gorda que depois do sexo eu rebolo duas vezes e continuo em cima dela.
A tua mãe é tão gorda que têm de lhe pintar as unhas na oficina.
És tão gordo que cada vez que daz meia volta fazes anos.
A tua mãe é tão gorda que quando vai  ao restaurante fazem-lhe desconto de grupo.
O teu hálito é tão mau que nós estamos sempre à espera que te peides para ver se passa.
A tua mãe é tão gorda que precisa de um guia para encontrar o cu.
A tua mãe é tão baixinha que me faz um bico de pé!

Engates

Chama-me Coldplay que eu mostro-te o Paradise.
Com um cu desses estás convidada para cagar em
minha casa!
A tua mãe só pode ser uma ostra para cuspir uma pérola como tu!
Só queria que fosses uma pastilha elástica para te comer o dia todo.
Tens um cu que parece uma cebola! É de comer e chorar por mais!
Oh boa, com um cú desses deves cagar bombons!
És como um helicóptero: gira e boa!
Um dia pensei levar-te no meu coração. Mas depois topei que era muita areia para o meu camião…
Usas cuecas TMN? É que tens um rabinho que é um mimo!
Que belas pernas! A que horas abrem?
Ó Fêvera! Junta-te aqui à brasa!
Ó joia! Anda aqui ao ourives.
Ó linda, sobe-me à palmeira e lambe-me os cocos…
Sabes onde ficava bem essa tua roupa? Toda amarrotada no chão do meu quarto…
Acreditas em amor à primeira vista; ou tenho que passar por aqui mais uma vez?
Contigo filha, era até ao osso!
Quem me dera que fosses um frango para te pôr um pau no cú e fazer-te suar…
Quem me dera que fosses um carrossel para te montar o dia todo por 100 paus…
Não és nada má! Já tive pior e a pagar!
Oh boa! Aposto que hoje é o teu dia de anos… Não queres vir cá soprar na vela?
Oh boa! Até te fazia um vestidinho de saliva!
Quem me dera ser um barco pirata para ir descobrir o teu tesouro!
Andas na tropa?!… É QUE JÁ MARCHAVAS!
Sobe aqui ao andaime, que eu já estou com ele montado!
Ó filha anda cá que o pai unta-te!
Tanta carne e eu em jejum…
Gorda como estás vê-se logo que não suas muito…
Se o teu cu fosse uma torrada tinha de barrar a manteiga com um remo!
Contigo… era até achar petróleo!
És católica?… É que tens umas mamas, valha-me Deus!
Posso não ser bonito como o Brad Pitt, nem ter os músculos do Scwarzenegger, mas a lamber sou uma Lassie…
Se é verdade que somos o que comemos, eu amanhã podia ser tu!
Come-me, que eu como-te a ti…
Com uma montra dessas… Imagino como é que é o armazém!
Olha, queres ir lá a casa para ouvir música? Se depois não gostares da música, podes vestir-te e ir embora.
Oh Flôr… Dá p’ra pôr?!

Secas

Coméq a catinga da tua mãe causa aquecimento global.


A bota do teu pai tem airbag.

Deram-te tiro na Guerra e tiveste vergonha de morrer.

O teu pai foi pa Guerra com bmx.

Bafo do teu tio causou segunda Guerra mundial.

Testa do teu pai tem antena.

Mega Estigas

A tua mae passou por mim na rua e nem me reconhceu, eu estava vestido.


Se a minha pixa fosse de mel a tua mae era o whinie the poo.


A tua mãe é tão gorda que para lhe dar um abraço de ano novo é preciso começar em julho.


Ouvi dizer que cortas o cabelo com faca do talho.


A tua mãe é tão gorda que quando sai à rua com uma gabardina amarela, as pessoas gritam "Táxi".


Fodes com a tua gaja só para dar esporra aos mendigos.


A ponte 25 de Abril é vermelha porque a tua mãe teve lá o período.


És tão feio, tão feio que quando foste fazer uma plástica para te pores mais bonito devolveram-te o dinheiro.

És tão gordo, tão gordo quando as motas vão a passar, pensam que és uma rotunda.

Se a minha pila tivesse luzes, a cona da tua mãe era uma discoteca.

Ontem comeste bíblia, hoje cagas-te aleluia.

Tu aqui não estigas ninguém, só estigas-te o teu pai porque ele comeu a tua mãe.

Ontem fodi uma gaja as portas de belém sabes quem ela era? era a puta da tua mãe.

Podes dizer estigas muito fudidas mas tens o cu cheio de feridas.

Como é que confundiram a tua mãe com o teu pai.

Como é que o teu computador bloqueia quando tá desligado.

Como é que tu és canhoto a cagar.

Se a minha pila fosse de chocolate, a tua mãe estava cheia de diabetes.

Como é que a tua testa está a competir com o ponte Vasco da Gama.


Como é que ficas a contar anedotas por tentativa erro.



A tua mãe não tem pintalhos porque meu Caralho e barbeiro.


Se todos os carros fossem pilas a tua mae era o IC19

Rimas fudiz

O meu nome é rubisinha
O teu é João
Posso até ser feínha
Mas ao menos não ando na prostituição.



A tua cara é tão feia
Que até apetece fazer diarreia
Oh meu deus que dor to intensa
Acho q já estou a abusar da paciência
E vê só já te estou a estigar
Chupa aqui, chupa ali
E só isso que sabes falar
O carro que tu conduzes
É um peugeot 307
As rimas que tu deduzes
Eu controlo como uma marionete
A cor do teu carro paneleiro
Sim claro que não me esqueci
É um vermelho e amarelo
Igual ao do noddi
As tuas rimas aí
Foram todas copiadas
Segue o meu exemplo
As minhas foram inventadas
Eu não estou aqui
Armado em MC
E só para avisar
Que eu sou novo aqui !


Quando a tua mãe morreu
meti-a num coche
mas deixei-lhe a boca de fora
pra me fazer um broche.


Quando a tua mãe morreu
Enterrei-a na sarjeta,
Deixei-lhe a mão de fora
Para me bater uma punheta.

Usas roupa de marca
Só para dizeres que és alguém, 
Mas mesmo na creche
Não estigavas ninguém.


Levei a tua mãe a passear
fui à procura de um spot para no cu levar
encontrei uma gaja e disse lhe bom dia
e ela disse vai é coçar o grelo a tua tia.



No outro dia encontrei uma puta
ela pediu para foder
coitado do teu pai que nem a puta o quiz comer.



Quando a tua mãe morreu
enterrei-a no jardim
mas deixei-lhe as mamas de fora
pra fazer de trampolim.


Matai a tua avo enterreia atrás do talho deixai-le a mao de fora pra me coçar o caralho.


Quando a tua mae morreu deitei ela num coche deixei a boca dela de fora pa me fazer um broxe.


Fodi a tua mae atras dum land rover dei-lhe tanto, tanto, tanto que ela ate disse game over.

Pai...

O teu pai é tão magro, tão magro que o chuveiro dele só tem um furo.


O teu pai é tão burro que quando assaltou o supermercado ainda pediu talão.

O teu pai é tão pequeno que quando cuspiu para o chão afogou-se.

O teu pai é tão alto, tão alto que comeu um iogurte e quando chegou ao estômago, já estava fora de prazo.


Sabes porque é que eu não sou teu pai? porque a tua mãe não tinha troco de 25 euros.

O teu pai é sapateiro, leva no cu para ganhar dinheiro.
O teu pai e pintor pintou a torre de belém com a tinta que sobrou pintou a cona da tua mãe.


Convidei o teu pai para vir jogar matraquilhos e ele levou chuteiras.


O teu pai é tão burro que meteu rádio no frigorifico para ouvir notícias frescas.


O teu pai é tão burro que plantou bomba no rádio para ouvir música explosiva.


Como é que o teu pai é fiscal de linha nos matraquilhos.


Como é que o teu pai vive nos caixotes do lixo da câmara municipal e ainda por cima paga renda!

A tua mãe é como...


A tua mãe é como o Sol, quando nasce é para todos!
A tua mãe é como o mc donalds 100% carne de vaca.

A tua mae e como o caldo verde, toda a gente poe o chouriço.
A tua mãe é como a moto serra nenhum pau lhe resiste.
A tua mãe é como a caixa registadora abre-se toda com os trocos.
A tua mãe é como o pingo doce, sabe bem pagar tão pouco.
A tua mãe é como o super Mário, salte sempre pela moedinha.
A tua mãe é como a sopa ninguém gosta, mas toda a gente prova.
A tua mãe é como o corrimão, toda a gente lhe põe a mão.
A tua mãe é como o castor, anda sempre com o pau na boca.
A tua mãe é como a fogueira, à sempre espaço para mais um pau.
A tua mãe é como a maxmat , profissional dos preços baixos.
A tua mãe é como a rádio popular nem os forretas resistem.
A tua mãe é como a plasticina, fazes o que queres com ela.
A tua mãe é como a erva todos os bois querem comer.
A tua mãe é como a maçã, come-se e deita-se fora.
A tua mãe é como os bebés, põe na boca tudo o que lhe aparece à frente.
A tua mãe é como o pingo doce, de Janeiro a Janeiro.
A tua mãe é como o sanquik, dá para mais de 40 copos.
A tua mãe é como um cavalo gosta de ser montada.
A tua mãe é como um pacote de leite tem abertura fácil.
A tua mãe é como a como a gravidade atrai tudo o que lá vai.
A tua mãe é como a gripe, apanha-se na rua e trata-se na cama.
A tua mãe é como o continente, está sempre em saldos.
A tua mãe é como a noite, quando leva no cu fica a ver estrelinhas.
A tua mãe é como a TMN, até já.
A tua mãe é como a loja dos chineses, de má qualidade.
A tua mãe é como a Rádio Popular, nem os forretas resistem.
A tua mãe é como o Cachorro Quente, tem sempre uma salsicha lá dentro.
A tua mãe é como o sol, linda numa manhã de nevoeiro.